segunda-feira, outubro 26, 2015

Prolapso de pênis em quelônios

"Doutora, tem uma lombriga gigante saindo do meu jabuti" - geralmente é assim que as consultas começam.



Não podemos esquecer que vários órgãos podem prolapsar pela cloaca, mas hoje vamos manter o foco no pênis, já que é um dos casos mais frequentes na clínica de silvestres.

Mas afinal, o que causa o prolapso de pênis?

Constipação
Disfunção neurológica
Excesso de libido
Trauma durante copulação (ex: separação forçada, contaminação do substrato, entre outros) - causa mais comum.
Hipocalcemia
Infecções fúngicas, bacterianas, parasitárias ou virais no trato digestório ou gênito-urinário


É sempre muito importante investigar a causa do prolapso, já que precisamos tratar a causa base também.

Essa investigação consiste de um exame físico completo, exame de sangue, exame de fezes e exames radiográficos dependendo do caso.

Quando o prolapso peniano é recente e não tão grave tratamentos médicos podem ser tentados - medicações para desinchar o pênis, retração manual para dentro da cloaca e tratamento da causa base



Mas em situações mais graves de trauma, o pênis prolapsado rapidamente fica edemaciado, a circulação do órgão fica extremamente comprometida e o pênis começa a necrosar. Neste caso a única saída é a amputação do pênis.

Tratamento de suporte pós operatório e acompanhamento veterinário - analgésicos, antibióticos, anti-inflamatórios, fluido terapia e nutrição adequada - é muito importante para a total recuperação do animal.

Obs: O jabuti não necessita do pênis para urinar, então se for o caso de amputação, ele conseguirá ter uma vidinha normal.

É muito importante levar o animal ao veterinário especializado em animais silvestres assim que ele ficar "estranho" para que ele seja tratado da melhor maneira possível. Se precisar agendar uma consulta é só mandar um email para drapardini@gmail.com

Verônica Pardini, DVM Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, outubro 01, 2015

Brilha, Brilha tartaruguinha!

Eu sei que o título é meio estranho! Mas prometo que faz sentido..... e é uma notícia que acabou de sair do forno!

Tartaruga-de-pente
Cientistas mergulhadores acreditam ter encontrado o primeiro réptil fluorescente, nas ilhas Salomão - uma ilha lá pros lados da Austrália! 

O fantástico animal é uma tartaruga-de-pente e, sim, ela brilha as cores verde, amarelo e vermelho. O cientista acredita que a cor vermelha pode ser causada por algas (que ficam presas no casco), mas que o verde é definitivamente da tartaruga!

Muitas hipóteses giram em torno do motivo que ela desenvolveu essa característica, por enquanto a mais divulgada é sobre favorecer uma melhor camuflagem - já que o seu habitat natural é cheio de corais e tubarões que também "brilham".

A parte triste é que as tartarugas-de-pente estão criticamente ameaçadas de extinção, e são uma das espécies mais raras do planeta, então estuda-las não será uma tarefa fácil.

O vídeo abaixo te deixará de boca aberta!



Espero que vocês tenham gostado!
Verônica Pardini, DVM
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...