segunda-feira, setembro 29, 2014

Guia do proprietário de primeira viagem: Papagaio-verdadeiro (Alimentação)

Como já disse algumas vezes por aqui, uma das maiores falhas no manejo dos papagaios é em relação a sua alimentação.


Hoje vou ensinar tudo o que pode e tudo o que não pode dar ao seu papagaio!
* E mantenha sempre em mente que é muito importante variar na alimentação!

70% de ração peletizada

25% de legumes; verduras (levemente cozidas ou cruas) ; grãos
  • Cenoura.
  • Batata doce.
  • Abóbora.
  • Ervilha.
  • Brócolis.
  • Soja.
  • Feijão. 
  • Arroz integral.
  • Espinafre.
  • Batata.
  • Abobrinha.
  • Pepino.
  • Repolho.
  • Milho.
  • Beterraba.
  • Entre outros....
5% de frutas:
  • Mamão.
  • Melão.
  • Manga.
  • Banana.
  • Maçã.
  • Figo.
  • Pera.
  • Abacaxi.
  • Laranja,
  • Morango.
  • Ameixa.
  • Pêssego
  • Kiwi.
  • Entre outros...
O que oferecer (bem) de vez em quando em pouca quantidade:
* Ofereça esses alimentos como forma de agrado.

  • Queijo.
  • Ovo.
  • Carne magra cozida.
  • Sementes: Na natureza o acesso a sementes é sazonal e a variedade de sementes é enorme. Já as misturas de sementes compradas, quando oferecidas como uma única fonte de alimentação causa uma dieta não balanceada, já que muitas vezes o papagaio só come as sementes que ele mais gosta (como por exemplo: amendoim e sementes de girassol) - clique aqui para ler mais sobre as sementes de girassol. 
O que nunca oferecer ao seu animal:
  • Abacate.
  • Sementes das frutas.
  • Cafeína.
  • Chocolate.
  • Álcool.
Entenderam? Qualquer dúvida é só entrar em contato!
Boa Noite!
Verônica Pardini, DVM Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, setembro 22, 2014

9 fatos sobre rinocerontes que farão você querer salvá-los

Um tema que está em alta essa semana - mas que no meu ver deveria estar em alta todos os dias de todos os anos até que a situação fosse resolvida - é a caça ilegal de rinocerontes.

Não sabe muita coisa sobre o assunto? Então leia o post que eu fiz sobre o tema um tempinho atrás: Salve os Rinocerontes.

Hoje eu vi uma lista e resolvi compartilhar com vocês: "9 fatos sobre rinocerontes que farão você querer salvá-los":

(Não que eu ache que motivos são necessários para querer que uma espécie não desapareça do planeta, mas não custa nada dar uma incentivada, né?)

1. Eles são mais rápidos que o Usain Bolt.


Em 100 metros um ser humano pode alcançar até no máximo 37km/h, já os rinocerontes chegam a impressionantes 45km/h, mais impressionante ainda é ser veloz e.....

2. ..... Ser do tamanho de uma SUV!



O maior rinoceronte, o rinoceronte branco, chega a pesar quase 3 toneladas.

3. São animais muito antigos!


As primeiras espécies de rinocerontes datam de 50 milhões de anos atrás - alguns tinham pelos.

4. Se comunicam através de uma variedade de sons e de fezes.


Eles bufam quando estão bravos, grunhem quando estão confusos e até possuem um som característico para se cumprimentarem! Ah...as fezes servem para marcar território.

5. Eles fazem o próprio protetor solar.


Eles rolam na lama por horas, e essa lama impede queimaduras solares e picada de insetos!

6. Existe 5 espécies de rinocerontes.


O de java, o de sumatra, o branco , o indiano e preto- todos possuem uma coloração de pele acinzentada.

7. Os chifres são impressionantes!


Mas eles são compostos apenas de queratina - as mesmas fortes proteínas que compõe a unha e o cabelo humano. Outros animais tem chifres compostos de osso e queratina.

8. Os chifres são impressionantes especialmente quando estão presos ao rinoceronte.


Por causa de mitos dos milagres do pó de chifre de rinoceronte na medicina oriental (sim, mitos, pois já foram provados falsos), pelo status de possuir um chifre de rinoceronte em lugares como o Vietnã, a caça ilegal desses animais ainda ocorre em grande quantidade. E isso se torna pior porque....

9. .... Os rinocerontes são mais raros do que você imagina!


O rinoceronte preto, o de sumatra e o de java são considerados "Criticamente ameaçados" - com uma população de menos de 50 rinocerontes na natureza, o rinoceronte de java é um dos animais mais raros do planeta.

Espero que a gente vença mais essa batalha, e que meus netos possam conhecer esses animais maravilhosos!

Boa noite!
Verônica Pardini, DVM Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, setembro 15, 2014

O sapo mais fofo do mundo!

Leu o título? Infelizmente não fui eu que inventei, na verdade esse sapinho ficou conhecido depois que o fotógrafo Dave Boshoff o filmou fazendo um barulho que lembra uma criança pisando em um bichinho de borracha.

Não acredita? Aperte a play e escute!



Adorável, não é mesmo?

Mais adorável ainda é saber que esse é o som que ele usa para afastar outros animais do seu território - assustador! hehe

(Ah esqueci de falar que ele é tão assustador, quanto é grande).


O "Desert rain frog" (Breviceps macrops) mora na costa da Namíbia e da África do Sul. Ele passa a maior parte do dia enterrado na areia, onde é fresco e úmido, e sai a noite para comer insetos e larvas.


Seu status na IUCN é de "vulnerável" devido a perda de habitat para exploração de minas de diamantes e construção de rodovias.

Boa noite a todos!
Verônica Pardini, DVM Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, setembro 08, 2014

Salmonelose em Jabutis, Cágados e Tartarugas - Zoonose

Antes de começar, preciso perguntar: Vocês sabem a diferença entre o Jabuti, o Cágado e a Tartaruga? Não? Então é só clicar aqui para descobrir!

Agora vamos ao tema do post!

Uma das doenças zoonóticas (= que pode ser transmitida aos seres humanos) mais comum nos quelônios é a salmonelose.

A maior parte destes animais possuem a salmonella como microorganismo normal da sua flora intestinal.



É praticamente impossível garantir que um quelônio é livre de Salmonella, pois a maioria dos testes tem altos índices de falso-negativo - então ao lidar com eles, devemos presumir que todos são positivos, ok?

Esses falsos-negativos ocorrem, pois estes animais podem se tornar latentes, isso quer dizer que eles ainda possuem a Salmonella, mas eles não estão eliminando o patógeno, ou estão o eliminando em quantidades muito baixas.

Se você tem um quelônio e quer muito fazer um exame para saber se ele é portador de Salmonella, uma opção é fazer uma cultura fecal a cada 6 dias em um período de 30 dias, mas lembre-se, por menor que seja, ainda existe a chance do resultado ser um falso-negativo.

Tratar animais positivos sem sintomatologia clínica não é recomendado, uma vez que este tratamento pode causar maior resistência da Salmonella aos antibióticos utilizados - todos os experimentos visando eliminar a Salmonella dos quelônios falharam.

O animal SÓ DEVE SER TRATADO QUANDO APRESENTAR SINTOMAS. 



Antes prevenir do que remediar não é? Então aqui vão algumas dicas:
  • Mulheres grávidas, pessoas imunodeprimidas e crianças com menos de 5 anos não deveriam ter contato com répteis.
  • Todos devem lavar as mãos com sabão e água quente imediatamente após manipular o animal ou o seu terrário.
  • Répteis não devem ficar em locais onde comida é preparada (ex: cozinha).
  • Não lavar as vasilhas de comida, água e banho na pia da cozinha.
Um ótimo final de tarde!
Verônica Pardini, DVM

Ah esqueci de contar, a salmonelose nos seres humanos causa diarreia, dor abdominal, vômitos e febre....a intensidade varia de uma pessoa para outra. Então melhor prevenir né?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, setembro 02, 2014

Big Cats, por Vincent J. Muse

Boa noite pessoal!!

Antes de mais nada só quero lembrar à todos que me mandam emails, mensagens e comentários que eu respondo em até 30 dias, ok?

Hoje é dia de apreciar a beleza dos grandes felinos! Como vocês já sabem, eu adoro achar bons fotógrafos da vida selvagem.... e hoje vou-lhes apresentar o Vincent J. Muse! Este fotógrafo da Carolina do Sul (EUA) trabalha para a National Geographic (chato né?).

Confira algumas fotos da série intitulada "Big Cats":

Onça-Pintada
Leão
Leopardo das Nuvens
Leopardo das Neves
Tigre
Guepardo
Trabalho MARAVILHOSO!! Animais belos e fantásticos, vistos com todos os seus detalhes!
Espero que vocês tenham gostado tanto quanto eu!
Verônica Pardini, DVM Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...