terça-feira, março 18, 2014

De volta do passsado

Mil desculpas pela falta de posts, ser guia turística e trabalhar me deixou destruída! Mas valeu super a pena ..... acho que as minhas amigas aproveitaram bastante!

Vamos parar de enrolar e voltar a falar sobre o que interessa. Imaginem se os mamutes pudessem voltar a vida depois de milhares de anos da sua extinção!

O que antigamente era apenas um sonho distante, hoje pode se tornar realidade.

Um espécime de Mamute foi encontrado super bem preservado - a carcaça que tem mais de 43000 mil anos está melhor preservada que um humano enterrado há 6 meses.

Cientistas trabalhando na carcaça
Fígado do mamute encontrado

Pela primeira vez os cientistas encontraram células vermelhas, tecido muscular e gorduroso muito bem preservados - a provável coleta de DNA intacto nos ajudará a aprender mais sobre este animal ... e irá animar as discussões sobre clonagem.

A ideia de trazer uma espécie extinta de volta a vida envolve muitos problemas técnicos e éticos - criar uma criatura gigante pode ser difícil e cruel para o animal que seria sua "barriga de aluguel": o elefante; como poderemos escolher quais animais merecem ser salvos da extinção através desta técnica; como os filhotes irão aprender a viver nas condições de seu habitat gelado, se a sua "mãe elefante" só sabe viver em climas quentes/temperados; como o retorno de espécies antigas afetarão o ecossistema e as espécies existentes.

Devemos lembrar que o animal clonado seria diferente do mamute extinto, já que terá parte do DNA de um elefante. 

São muitos pontos para serem considerados e estudados antes de levar essa ideia para frente. Motivos maiores que a curiosidade humana são necessários para que essa "loucura" faça sentido.

O que vocês acham de tudo isso?

Verônica Pardini


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário