terça-feira, outubro 22, 2013

Giardia em calopsitas

Hoje vou contar sobre um problema que eu tive com o meu George.

Este é o George - não é lindo?.
Ele era um filhotinho feliz e saudável, até que de uma hora para outra ele ficou letárgico, fraco e sem vontade de comer - por um momento ele ficou tão mal que eu achei que ele não fosse resistir.

Fiz um exame de fezes e descobri o que estava acontecendo: ele estava com giárdia (com MUITA giárdia).

A giárdia é um protozoário que vive no intestino dos animais e dos seres humanos. Uma vez infectado o hospedeiro libera o microrganismo no ambiente através das fezes - é um protozoário muito resistente e pode viver no ambiente por longos períodos de tempo.

Muitas vezes as calopsitas são assintomáticas, mas em um momento de estresse elas podem desenvolver os sintomas descritos abaixo:

  • Coceira intensa (pernas, face ventral das asas, dorso e peito) - podem chegar a arrancar penas.
  • Eles lambem objetos que não são comida.
  • Diarréia crônica ou aguda.
  • Depressão.
  • Letargia.
  • Anorexia.
  • Perda de peso - a calopsita não absorve os nutrientes da maneira ideal.
  • E se não tratada a ave pode morrer.
O George se coçando.
A transmissão é feita de uma ave para outra e através de um ambiente contaminado - por isso a higiene e a limpeza do ambiente é de extrema importância para o tratamento e controle desta doença.

O diagnóstico é meio chatinho de fazer, pois os protozoários (ou os seus oocisto) não são liberados o tempo todo - isso significa que pode ser necessário realizar alguns exames até achar a giárdia. É importante que as fezes estejam frescas.

Para a nossa sorte essa doença tem cura!
O tratamento consiste de:
  • Medicação antiprotozoária: metronidazol, ipronidazol, ronidazol.
  • Limpeza do ambiente diária: não deixar a ave ter contato com as fezes, mudar a vasilha de água para um bebedouro (para evitar contaminação por fezes).
**Eu usei Giardicid suspensão, e obtive bons resultados. O George está crescendo como uma calopsita normal!

Te amo baby George!!

Ah mais uma coisa importante: a giárdia que afeta as aves NÃO afeta os seres-humanos.

M.V. Verônica Pardini


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários:

  1. Oi Verônica,
    Não sabia que Giárdia dava em aves também. Esse protozoário afeta todos os animais?
    Adorei o nome do seu filhote! Meu marido também chama George rs.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bya haha que legal que o seu marido tem o mesmo nome! :)
      A giardia é encontrada em mamíferos, aves, anfíbios e répteis, mas não posso te dar certeza que todas as espécies são afetadas por ela.

      Excluir
  2. Qual livro diz que "Ah mais uma coisa importante: a giárdia que afeta as aves NÃO afeta os seres-humanos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Denise! Isso é descrito em vários livros, sendo um deles o Avian Medicine do Harrison "Giardia appear to be limited in host range, and species isolated from birds have not been found to be infectious in mammals."

      Excluir
  3. Olá !
    Qual dose de Giardicid vc usou ?
    Bjos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mai,
      Infelizmente não posso passar doses por aqui, principalmente de antibióticos, por alguns motivos: não tenho certeza da doença do animal e nem da gravidade, é necessário uma avaliação completa para saber a dose e frequência ideal para tratamento do animalzinho, com uma dose errada posso fazer mais mal do que bem para ele, por isso recomendo que passe com um veterinário, se quiser passar comigo é só mandar um email para drapardini@gmail.com com o assunto CONSULTA.
      Obrigada pela compreensão,

      Excluir