quinta-feira, agosto 01, 2013

Entre humanos e tubarões

Não tem como eu passar a semana sem comentar sobre a nova medida do governo de Pernambuco de "re-autorizar" a captura e caça dos tubarões na orla.

Sim,"re-autorizar". Essa medida ficou em vigor entre 2004 e 2012. De acordo com o Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões durante esse período o número de ataques era de 0,02 por mês. Já nos meses que a caça estava proibida, ocorreram 11 ataques, média de 0,36 por mês.

Até onde vai a estupidez e arrogância humana? As praias possuem placas avisando do risco de ataque por tubarões! Se você decide entrar no mar assim mesmo, o risco é responsabilidade sua, certo? Afinal você estará entrando no território, na casa deles!


Tubarões não são monstros! São animais que precisam se alimentar, assim como nós. Por que será que cada vez mais eles estão vindo mais perto das praias? Será que tem alguma relação com o Porto construído no sul do Recife? Com a destruição dos mangues? Com a intensa pesca?


A culpa do que está acontecendo não é deles, e eles não podem ser punidos por isso. Quando os seres-humanos vão assumir responsabilidade pelas suas ações?

Depois desse desabafo, vamos a curiosidade da semana!

Na Austrália também há muitos casos de ataque de tubarões. Pensando nisso Hamish Jolly e Craig Anderson (em associação com a  University of Western Australia's (UWA) Oceans Institute) criaram as primeiras roupas de mergulho ("wetsuits") a prova de tubarões!

Eles se basearam em estudos sobre o instinto caçador dos tubarões e o seu poder de visão. 

A roupa "Elude" é azul e branca, pois devido a impossibilidade do tubarão enxergar esta combinação de cores, o mergulhador/surfista se torna invisível para estes animais.


Já o "Diverter", criado especialmente para surfistas, é uma combinação de listras brancas e pretas que os tubarões veem como uma comida não palatável e possivelmente tóxica.


Os testes provaram que as roupas funcionam (eu ainda não me arriscaria mas cada louco com a sua vontade), e já podem ser adquiridas online por 400 dólares.

Uma solução interessante, que não apresenta perigo aos animais. É assim que tem que ser, nós temos que nos adaptar ao habitat natural deles, não vice-versa.

M.V. Verônica Pardini

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário