segunda-feira, março 18, 2013

Uma pitada de mistério e várias de inteligência!

"....O corvo era, inicialmente, uma ave branca. Colocada por Apolo como guardião de sua amante Coronis, ele se descuidou e a mulher, embora grávida, fugiu para trair o deus com Isquis. Irado, Apolo o castigou tornando-o preto." - Mitologia grega.

Na mitologia, os corvos são vistos como portadores de mal presságios, devido à sua plumagem negra e hábitos necrófagos (as vezes se alimentam de animais mortos).


Mas na verdade são animais extraordinários! Saiba o motivo:

Características:
  • Representantes de maiores dimensões da Ordem dos Passeriformes.
  • Possuem ampla distribuição geográfica nas zonas temperadas de todos os continentes.
  • Vivem em bandos com estrutura hierárquica bem definida.
  • Formam casais monogâmicos (na maior parte das vezes).
  • Se alimentam de pequenos invertebrados, sementes e frutos....  mas as vezes podem ser necrófagos. 


São extremamente inteligentes, perdem apenas para os primatas e cetáceos!!

Aqui vão alguns exemplos desta inteligência:
  • Entortam um arame com o bico para utilizá-lo como vara de pesca (fazem isso para fisgar peixes. E tiveram de ser criativos para isso, tanto quanto nós, humanos, quando inventamos nossas varas e anzóis num dia qualquer há 80 mil anos). 
  • Jogam pedras dentro de um reservatório para fazer subir o nível da água para conseguirem tomá-la (eles selecionam as pedras maiores para que a água suba mais rápido). 
  • Nas praias eles pegam conchas com o bico na areia. Levam até o alto e jogam em cima das pedras. Depois de alguns arremessos as conchas quebram e eles comem o recheio (seus parentes de áreas urbanas jogam as conchas na faixa de pedestre das avenidas, esperam os carros passar por cima e catam o recheio quando o sinal fica vermelho). 
É fato: os corvos entendem causalidade ("se eu fizer X, acontecerá Y"). Em outras palavras, eles raciocinam!






Impressionante não é mesmo?
Espero que vocês tenham gostado!

M.V. Verônica Pardini

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário